• Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
Mais informações:  cienciaporai2017@gmail.com

Por que temos terçol?

19/03/2018

Alguma vez na sua vida você já deve passado pela incômoda experiência de ter uma “bolinha” na pálpebra, que deixa o olho inchado e dói até para piscar, o famoso terçol. Mas já parou para pensar o que é isso e por que ocorre? Não tema, cidadão! Nós, do Ciência Por Aí, fomos atrás dessas respostas.

 

Imagine todos os lugares em que as suas mãos tocam durante um dia: as barras de apoio do ônibus, o dinheiro do lanche, a tela do smartphone, o portão do condomínio... Pois bem, todos esses lugares estão lotados de bactérias. Se você não lavar as mãos ou usar álcool em gel frequentemente, essas bactérias se mantêm nelas. Então, se você tocou em algum lugar contaminado, não higienizou as mãos e coçou o olho, pode desenvolver o terçol.

Mas, afinal de contas, o que é terçol? O professor do Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (ufa!) Antonio Augusto Velasco e Cruz explica. “O terçol é uma inflamação aguda causada por infecção bacteriana em glândulas produtoras de secreção oleosa que existem na margem palpebral”.

 

Ou seja, as bactérias se alojam nessas glândulas, o que resulta em uma resposta inflamatória que, na maioria dos casos, mata os invasores, mas também causa inchaço, vermelhidão e dor na pessoa afetada.

 

OK, apareceu um terçol e você está apavorado só de pensar em perder o rolê do final de semana. Relaxe, jovem! O terçol costuma desaparecer espontaneamente após cerca de três dias. Para aliviar os sintomas e acelerar seu desaparecimento, há tratamentos simples, como fazer uma compressa de água morna no olho afetado. “Além das tradicionais compressas quentes, há colírios e pomadas oftalmológicas que podem ser usados”, explica o professor.

Muitas pessoas têm, ainda, o hábito de fazer compressa de chá para aliviar o terçol. Mas Cruz alerta: o que funciona mesmo não é o chá, e sim o calor. Desse modo, uma compressa com água morna é bem mais barata e eficiente.

 

 

De qualquer forma, fica a dica: prevenir ainda é o melhor remédio. Para evitar perder o rolê ou o crush por causa do terçol, algumas medidas simples podem ser tomadas. Uma delas é a higienização das pálpebras, que consiste em aplicar no lado externo da pálpebra um pouco de espuma de xampu neutro, de preferência um produto para bebê. Você deve fazer isso com uma gaze, tomando cuidado para não deixar cair o produto dentro dos olhos, e depois enxaguar bem para remover toda a espuma.

 

“Na maioria dos casos, a higiene da margem palpebral é suficiente”, afirma o docente. Porém, como esse não é um hábito muito comum e você pode acabar se esquecendo de fazer, higienizar as mãos frequentemente certamente vai ajudar na prevenção do terçol.

 

Agora que você sabe o que é o terçol, por que ele ocorre, como tratar e como prevenir, fique de olho! Às vezes, o que parece ser um terçol pode não ser. Por isso, quando aparecer qualquer bolinha no olho, o ideal é procurar um oftalmologista para um diagnóstico preciso, principalmente se ela não desaparecer.

 

E você? Também tem uma dúvida como essa, mas não sabe para quem perguntar? Mande para o Ciência Por Aí que a nossa intrépida equipe vai atrás da resposta! Envie sua pergunta para o e-mail cienciaporai2017@gmail.com. E não se esqueça de colocar seu nome completo e sua cidade. Estamos esperando sua participação!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaque
Posts Recentes
Please reload

Arquivo