• Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
Mais informações:  cienciaporai2017@gmail.com

O uso descontrolado de antibióticos pode causar danos à nossa saúde?

25/12/2017

 

Ao longo da nossa vida, aprendemos que não podemos nos automedicar e que o uso de remédios precisa ser feito de forma correta.

 

Quando temos, por exemplo, algum tipo de infecção e vamos ao médico, é muito comum ouvir: “você prefere injeção ou tomar o remédio em casa? Se for tomar em casa, tem que tomar certinho!”.

 

Só de pensar em injeção, bate aquele gelo no coração… Então é claro que a gente prefere tomar o remédio em casa. Mas você já parou pra pensar o por quê desta frase: “se for tomar em casa, tem que tomar certinho”?

 

 

 

Essa pergunta é feita para evitar que o mau uso da medicação traga complicações futuras, como resistência das bactérias ao remédio, o que pode acontecer quando usamos antibióticos.

 

Esse tipo de medicamento é usado somente para combater doenças bacterianas, mas não tem efeito quando a doença é causada por vírus. “Os antibióticos agem apenas sobre as bactérias, não interferindo sobre as doenças virais. Já os antivirais atuam sobre alguns vírus patogênicos [capazes de produzir doenças infecciosas] e não sobre as bactérias. Eles ainda podem propiciar o aparecimento de eventos adversos, aumentar a resistência bacteriana e representam um custo adicional desnecessário. Ou seja, além de não haver benefícios, há riscos graves associados a esse uso”, explica o professor do Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP Fernando Bellissimo Rodrigues.

 

 

 

Curiosamente, somente 25% das doenças adquiridas pelo ser humano são bacterianas, logo a maioria das nossas doenças é viral.


 

 

Quando tomamos antibióticos, destruímos tanto bactérias boas quanto ruins para o nosso organismo. “O uso de antibióticos promove uma seleção artificial da microbiota humana [conjunto de microrganismos presentes em vários órgãos do nosso corpo], favorecendo a proliferação das bactérias mais resistentes a eles”, explica Rodrigues.

 

Essa resistência pode ocorrer por causa de alguns fatores, como não tomar o medicamento durante o período correto, favorecendo a sobrevivência das bactérias mais fortes e tornando mais difícil o tratamento contra essas mesmas bactérias em uma ocasião posterior.

 

Outro problema é que esses microrganismos mais resistentes podem migrar de um lugar para outro em nosso organismo e ainda serem transmitidos a outra outras pessoas. “Várias dessas bactérias podem colonizar persistentemente o ser humano e serem transmitidas de uma pessoa a outra”, relata o professor. Isso gera um ciclo cada vez maior de resistência das bactérias a esse tipo de medicação.

 

 

 

É por esse motivo que devemos “tomar direitinho o remédio em casa”, ou seja, na dose e nos horários indicados pelo médico. Isso é importante para evitar que as bactérias que ainda não morreram se reproduzam.


Então não se esqueça: os antibióticos só devem ser utilizados quando houver prescrição médica. Siga também as orientações corretamente, mesmo que os sintomas da doença diminuam ao longo do tratamento.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaque
Posts Recentes
Please reload

Arquivo